Preciso dar água ao meu bebé?

Esta é uma das perguntas mais frequentes que ouço: “mas afinal, devo ou não dar água ao meu bebé?”

Os bebés com menos de 6 meses amamentados em excluivo não necessitam de água, nem devem ser oferecidos outros liquidos como chás ou tisanas,  independentemente das circunstâncias.

Os bebés alimentados a leite artificial podem, em situações muito específicas, necessitar de água, por exemplo em caso de vómitos/diarreias ou calor extremo.

Para compreender o porquê destas directivas, é necessário conhecer o tamanho do estômago do bebé, e isto pode ser também extremamente útil para as mães que têm duvidas acerca da quantidade de leite que um recém-nascido deve beber!

No primeiro dia o estômago do bebé é do tamanho de uma cereja. Logo, a quantidade máxima que deverá beber de cada vez, é o equivalente a cerca de 5 ml.

No terceiro dia, é do tamanho de uma noz, logo a quantidade máxima que deverá beber de cada vez, é equivalente a 20-30ml.

Com uma semana, do tamanho de um alperce, logo a quantidade ideal que deverá ingerir é entre 45-60ml, e com um mês o seu estômago é do tamanho de um ovo, o que equivale a cerca de 80-150ml.

Assim, podemos concluir que no primeiro mês de vida, o estômago do bebé tem um tamanho relativamente pequeno, e nos meses seguintes continua proporcional ao seu crecimento.

Posto isto, são várias as razões pelas quais não devemos dar água aos bebés pequenos (até aos 6 meses ou até começar a diversificação alimentar):

  • Ao dar água, chás ou tisanas, estamos a comprometer a amamentação, podendo isto contribuir para uma diminuição da produção de leite
  • O leite materno é constituido mais de 80% de água, logo é uma excelente fonte de hidratação em quaisquer circuntâncias;
  • Ao dar água, chás ou tisanas, estamos a encher o estômago do bebé com liquidos sem aporte nutricional, o que vai reduzir a ingestão total diária de leite, podendo comprometer o crescimento do bebé, seja um bebé amamentado ou alimentado a leite artificial;
  • A um bebé alimentado com leite artificial podem ser oferecidas pequenas quantidades de água em situações específicas, como vómitos/diarreias ou calor extremo, sendo que deve sempre seguir as orientações do profissional de saúde que o acompanha; 

Num bebé amamentado, basta seguir as recomendações da Organização Mundial de Saúde, e amamentar o bebé em livre demanda, ou seja, sem horários pré-estabelecidos.

Além das “refeições” principais, o bebé pode de facto ter sede, ter necessidade de sucção, ou simplesmente de se sentir seguro, e tudo isto é-lhe proporcionado pelo aleitamento materno.

O uso de chucha pode condicionar a amamentação em livre demanda, pois, entre outros factores, a chucha é de certa forma um substituto da mama para a necessidade fisológica de sucção, que nos bebés amamentados deve ser satisfeita à mama.

Por todas estas razões, sempre que o bebé mostra sinais precoces de fome, e sempre que o bebé chorar, o primeiro reflexo da mãe deve ser colocar o bebé à mama.

O aleitamento materno exclusivo até aos  6 meses é o melhor que pode oferecer ao seu bebé. E aleitamento materno exclusivo significa ingestão unicamente de leite materno, não sendo oferecidos ao bebé quaisquer outro tipo de liquidos tais como água, chás ou tisanas. 

Amamenta France, existimos para informar!

 

Fonte imagens:

https://www.google.ch/search?q=tamanho+estomago+bebe&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&sqi=2&ved=0ahUKEwj5kI6h5cbTAhWEWhoKHcleD2kQsAQIIg&biw=1366&bih=638

Fontes bibliográficas:

http://www.who.int/features/qa/breastfeeding/fr/

http://www.who.int/nutrition/topics/exclusive_breastfeeding/fr/

http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs342/fr/

http://www.who.int/features/qa/21/fr/

By Catia Godinho

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *