Co-Sleeping (cama partilhada) em segurança, é possivel!

Após os imensos feedbacks positivos sobre o directo que fiz na semana passada no grupo de facebook “dá.me maminha” (um grupo administrado pela Rede Amamenta), sobre o stress do recém-nascido, hoje estive novamente em directo e desta vez falei um pouco sobre o co-sleeping (cama partilhada).

Vou tentar resumir aqui de forma rápida o que foi dito no directo (vou tentar deixar o video disponivel esta noite), e deixar então os links onde estão algumas das informações importantes acerca deste tema.

Em primeiro lugar, o termo cosleeping pode ser utilizado para falar sobre quarto partilhado, ou cama partilhada. Aqui vou usar o termo para falar sobre a cama partilhada, que foi a questão central do directo!

Em Dezembro de 2016 a UNICEF UK publicou um artigo que fala de um estudo que foi feito sobre a relação entre co-sleeping e o sindrome de morte subita do lactente (SMSL). O que verificaram é que a incidencia de SMSL foi de de facto superior nas crianças que fizeram co-sleeping, no entanto ao aprofundar mais a questão perceberam que em todas as situações existiram factores de risco, e que quando o co-sleeping é feito cumprindo todas as condições de segurança, o aumento da incidencia de SMSL não era de todo significante em relação a um bebé que dorme no seu berço.

No video falo um pouco sobre o documento que a UNICEF UK põe à disposição dos profissionais, referindo que a atitude mais perigosa é a proibição, pois a maioria dos pais irá fazer co-sleeping apesar desta “proibição”, mas sem noção das condições de segurança, o que de facto pode representar um risco para o bebé. Explico também um pouco as regras de segurança, entrando em alguns detalhes, no entanto deixo aqui apenas de forma breve essas regras de segurança:

  • o bebé deve ser saudavél. Co-sleeping não é recomendado em bebés com problemas de saude, e em bebés prematuros ou com baixo peso de nascença é desaconselhado durante os primeiros 3 meses;
  • a mãe deve amamentar em livre demanda;
  • o bebé não deve ser colocado a dormir entre a mãe e o pai, mas apenas do lado da mãe;
  • deve ser garantida a segurança do bebé contra as quedas, e também garantido que não há risco para o bebé de se encontrar preso entre o colchão/cama e a parede
  • o quarto não deve ser demasiado aquecido (ideal entre 16 e 20°C) nem o bebé demasiado agasalhado
  • o bebé deve dormir de barriga para cima
  • certificar-se que o bebé se mantém longe de almofadas e que os edredãos/cobertores não poderão cobrir o rosto do bebé
  • os pais não devem ser fumadores, e o co-sleeping é desaconselhado se a mãe fumou durante a gravidez, mesmo que tenha deixado de fumar após o nascimento do bebé
  • não consumir álcool, drogas ou medicamentos que provoquem sonolencia
  • não se colocar numa posição perigosa (por exemplo sentada na cama com o bebé ao colo pelo risco de queda)
  • não deixar o bebé sózinho na cama
  • não dormir com o bebé em sofás ou divãs

 

Seguem os links que eu refiro no video, que contêm estas e outras informações!

https://www.unicef.org.uk/babyfriendly/news-and-research/baby-friendly-research/infant-health-research/infant-health-research-bed-sharing-infant-sleep-and-sids/

http://coordination-allaitement.org/images/informer/sharingbedleaflet_french.pdf

https://353ld710iigr2n4po7k4kgvv-wpengine.netdna-ssl.com/babyfriendly/wp-content/uploads/sites/2/2016/07/Co-sleeping-and-SIDS-A-Guide-for-Health-Professionals-2.pdf

https://353ld710iigr2n4po7k4kgvv-wpengine.netdna-ssl.com/babyfriendly/wp-content/uploads/sites/2/2011/11/Caring-for-your-baby-at-night_online-singles.pdf

http://coordination-allaitement.org/index.php/s-informer/publications-cofam/autres-publications-cofam/64-article-le-co-sleeping-et-le-smsn-syndrome-de-la-mort-subite-du-nourrisson-une-etude-alarmiste-mais-tres-incomplete

 

Amamenta France, existimos para informar!

Share Button

6 thoughts on “Co-Sleeping (cama partilhada) em segurança, é possivel!

  1. Suzana says:

    O meu bebé dorme na minha cama desde que nasceu para mamar sempre que queira hoje tem 22 meses
    Do meu lado com uma Proteção na cama para não cair e eu enroscadinha no papá
    Nem eu nem meu marido fumamos ou bebemos álcool
    Dormimos muito bem os 3 felizes da vida

  2. Ana Esteves says:

    Olá! Vi dar uma vista de olhos porque de vez em quando a minha filha dorme comigo; tem 5 meses. Mas até aos 3 meses, mais ou menos, sempre dormiu comigo.
    Percebi, através deste artigo, que felizmente estava a fazer tudo bem, excepto, a parte do ser fumadora e fumar na gravidez.
    Pode explicar-me melhor esse ponto?
    Ps: eu fumo 4/5 cigarros por dia. Sempre que tenho oportunidade e tempo lavo bem as mãos e os dentes antes de voltar a pegar na menina. Obrigado ?

  3. amamenta says:

    Olá Ana! É complicado estar a explicar todo o mecanismo aqui, penso que no video eu abordo ligeiramente essa questao, mas básicamente o tabaco “debilita” os pulmões do bebé e ainda influencia negativamente os mecanismos que o bebé precisa activar nos momentos em que eventualmente se dê, por exemplo, uma quebra nos niveis de oxigéneo no sangue. Nos workshops explico tudo ao pormenor, e esta semana saem as datas para os próximos 😉
    Um beijinho, Catia

  4. iris pires says:

    Pode explicar me pk o bebé não deve dormir no meio dos pais mas sim no lado da mãe?? Ou seja. Numa ponta. E os pais serem fumadores?? Eu não sou mas o meu marido é. Obg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *